Compromisso SCA com a natureza

A preocupação com os recursos naturais e o seu uso correto precisa ser uma constante para os consumidores e, sobretudo as empresas, que devem assumir um compromisso e atitude sustentável em seu processo de produção.

Parque fabril da SCA em Bento Gonçalves (RS), onde está localizado | Foto:Evandro Soares

Em um período em que a questão ambiental se configura ainda mais delicada em nosso país, a SCA Jardim Europa, loja da marca gaúcha SCA na capital paulista, reafirma a relação de respeito exercida com sua principal matéria-prima: a madeira, que tem sua data celebrada em 21 de setembro, no Dia da Árvore.

A consciência ambiental permeia todo processo de extração e utilização da madeira pela SCA. Com mais de uma década de experiência na produção de móveis sob medida, a loja SCA Jardim Europa orgulha-se de entregar aos seus clientes projetos que são resultados do foco sustentável de produção. Toda a madeira empregada tem como procedência reservas manejadas e certificadas pelo FSC (Forest Stewardship Council), o selo verde mais reconhecido em todo o mundo.“Aqui em São Paulo, temos grande satisfação de oferecer aos nossos clientes o mobiliário de uma marca que segue investindo cada vez mais em uma relação salutar com o meio ambiente”, afirma Karina Alonso, arquiteta e diretora da SCA Jardim Europa ao lado de seu sócio Fabio Alonso.

Showroom da SCA Jardim Europa em São Paulo | Foto: Luis Gomes

Os trabalhos da marca envolvem a adoção de práticas que possam minimizar ou eliminar os impactos ambientais gerados a partir da atividade da empresa. Isso envolve desde a compra de equipamentos, o desenvolvimento de novos produtos e processos, até a escolha de matérias-primas e insumos. Também há a preocupação em incluir a promoção da conscientização ecológica por parte do colaborador, a fim de inseri-la na atmosfera da empresa.

A SCA também se preocupa em tratar os efluentes industriais através de um processo físico-químico que possibilita a reutilização da água, sem lançamento no meio ambiente. Prioriza tambémo controle constante do consumo de água, energia elétrica, matérias-primas e insumos. Outro cuidado é avaliar a substituição do maquinário presente no parque fabril, por equipamentos mais modernos, com motores de alto desempenho que possam utilizar menor consumo de energia.

Nenhum comentário
Publicar um comentário