Dicas para limpeza dos móveis planejados

Saiba a melhor forma de limpar e garantir maior durabilidade de peças com acabamentos em laca, laminado melamínico, espelho e alumínio. A SCA Jardim Europa indica quais cuidados devem ser tomados para a conservação dos móveis, de acordo com cada tipo de acabamento.

Existe uma grande variedade de materiais usados como acabamentos nos móveis concebidos e fabricados pela SCA Jardim Europa, loja localizada na capital paulista. Com estéticas diferentes, que podem ser eleitas de acordo com o projeto de interiores, superfícies como laca, laminado melamínico, espelho e alumínio estão entre as queridinhas do momento.

Após namorar o portfólio da SCA Jardim Europa, escolher o acabamento que mais se encaixa no sonho do projeto é uma realização e tanto! Em seguida, chegou a hora de definir as características do mobiliário que será produzido em Bento Gonçalves, na serra gaúcha, e, por fim, receber as equipes de montadores da loja para a instalação do mobiliário. O dia a dia, no entanto, traz uma questão importante que não pode ficar de fora: os cuidados com manutenção e limpeza dos materiais. “Cada tipo de acabamento pede atenção, produtos e procedimentos especiais para garantir a durabilidade e assegurar a mesma estética que o cliente confere após a montagem em casa”, revela Karina Alonso, arquiteta e sócia da SCA Jardim Europa.

Conheça as principais características e os cuidados conforme os acabamentos:

 

Cozinha clássica, da SCA Jardim Europa, com laca na cor Cemento | Foto: Luis Gomes

1)Laca

A laca está entre um dos acabamentos preferidos dos arquitetos e, como se trata de uma pintura realizada sob a matéria-prima, o resultado é uma superfície mais delicada e propensa a riscos ou arranhões. Para os cuidados diários, a SCA Jardim Europa recomenda apenas o emprego de pano seco para a limpeza rotineira. No caso de sujeira mais profundas, pode-se ainda recorrer ao sabão neutro e pano umedecido. “Em hipótese alguma aplique produtos abrasivos à base de álcool ou solventes”, reitera Karina Alonso. Outro cuidado é nunca deixar o móvel exposto ao sol, pois os raios ultravioletas podem alterar a tonalidade, assim como ressecar a pintura.

ambiente apartamento Pati Cillo

Clara e elegante, a cozinha executada com laminado melamínico branco da SCA Jardim Europa tem projeto das arquitetas Pati Cillo e Luciana Degani | Foto Luis Gomes

2) Laminado melamínico

Para os móveis revestidos com laminado melamínico – acabamento composto por uma fina camada de plástico laminado que adere na base de madeira compensada –, a dica de limpeza também inclui o uso de água e sabão neutro. “Porém, não adianta encharcar a superfície: é fundamental finalizar o processo com um pano seco para retirar o excesso”, conta Karina Alonso, da SCA Jardim Europa.

Para a conservação, um conselho: o aumento da vida útil das peças revestidas com laminado melamínico também está relacionada ao calor. Por isso, é importante evitar o contato com superfícies quentes como panelas e formas logo após a retirada do forno. E por correrem o risco de arranhar, em bancadas de cozinha vale o uso de uma tábua de corte para não danificar as superfícies com pontas de facas, por exemplo.

 

3) Espelhos

Antes usado apenas para revestir aparadores e mesas de centro, o espelho passou a ser amplamente utilizado como acabamento de vários mobiliários fixos. “A primeira informação relevante sobre o espelho é que o material mancha com facilidade. Assim, uma superfície com grande volume de poeira pode ser danificada se for feito o movimento de esfregar com o pano”, lembra Karina. Assim, espanador, papel toalha ou pano macio deve ser adotado com cautela, em movimentos circulares, para retirar as partículas da superfície. Em seguida, a limpeza dos espelhos pode ser feita com uma mistura de álcool e água (uma medida de álcool para meia de água).

Clara e elegante, a cozinha executada com laminado melamínico branco da SCA Jardim Europa tem projeto das arquitetas Pati Cillo e Luciana Degani | Foto Luis Gomes

4) Alumínio

Por fim, Karina Alonso complementa com informações sobre o uso de alumínio em móveis. Para esse tipo de material, a melhor forma de limpar é elaborar uma solução a partir de uma colher de sopa de detergente neutro e quatro litros de água morna. O próximo passo é utilizar uma escova de cabo longo e cerdas para a limpeza, enxaguar com água e deixar secar naturalmente. Por arranhar com facilidade, não é indicado adotar utensílios como esponjas ou lã de aço. “O segredo sempre ter um pano de algodão ou uma esponja macia”, conclui Karina Alonso.

Já viu o Closet da inflluencer Mari Saad executado pela SCa Jardim Europa? clique aqui para ver detalhes.

Nenhum comentário
Publicar um comentário